26 Mar 2020

Temos noção que vivemos um período como nenhum outro nos últimos 70 anos. Um período que de repente nos fez relativizar cada passo e cada decisão. Cada atitude. Mais ainda, que nos pode alterar o dia-a-dia, no que se seguir à luta contra o Covid-19, de forma mais violenta do que aquilo que hoje estamos a vivenciar. Protegendo-nos, temos de manter vivas as nossas empresas, porque serão elas o garante do futuro de reconstrução que haverá pela frente. Isto implica uma readaptação de estratégias, gastando ou investindo menos, mas fazendo-o de forma mais eficiente. Desaparecer da vista de clientes e interessados poderá significar perdas irreparáveis. Numa fase em que o abaixamento generalizado na procura já se verifica, é crucial manter uma comunicação constante com o nosso público, fixar o nosso nome na mente de consumidores e clientes, adaptando as narrativas e dando a entender que estamos todos juntos a viver uma situação que é difícil para todos, mas que, no final, continuaremos por cá e caber-nos-á reerguer uma Sociedade mais consciente das suas fragilidades.